quinta-feira, 17 de maio de 2012

O estilo de vida da mulher Cacheada

Olá Divas
Como estão? 


     Em uma de suas vindas ao Brasil o expert em Cachos Denis da Silva concedeu uma entrevista à jornalista, Tatiana Duarte, da revista Viva Beleza falando sobre o estilo de vida da mulher Cacheada, para você que não leu a matéria, confira abaixo alguns trechos sobre o que ele disse no subtítulo: "O LIFESTYLE DA MULHER CACHEADA"
     "Cabelo encaracolado não é moda. É um estilo de vida para quem não quer se render ao alisamento. Há pesquisas que mostram que mulheres com esse tupo de fio são as que menos vão ao salão, mas as que mais pesquisam sobre cabelo e mais gastam em cuidados com ele", diz Denis da Silva.
     O fundador da marca DevaCurl ainda disse que o sucesso de Deva também se dá ao fato de que trabalhamos com o objetivo de mostrar para a mulher como ela própria deve lidar com o cabelo. 
     Durante a entrevista Denis citou que "as crianças que nascem com cachos parecem anjinhos, todos elogiam. Mas, ao entrar na escola, a mãe já começa a prender, a querer controlar os fios. Na adolescência, a menina, já tem raiva do cabelo crespo, e quer modificá-lo". Por isso, atualmente no Brasil todos os anjos dos Cachos credenciados por Deva tem prazer em trabalhar com crianças a fim de fazer com que elas se sintam bem e vejam como seus fios são belos quando hidratados e cuidados com carinho.
     Denis completou esse trecho da entrevista dizendo que "há pesquisas nos Estados Unidos mostrando que a cliente com cabelo cacheado se sente rejeitada dentro do salão. A principal atitude que um estabelecimento e profissional têm que tomar para evitar que isso aconteça é não tratar o fio cacheado como se fosse uma doença. Essa mulher tem um cabelo lindo e deve procurar resgatar o visual admirado na infância.

Em um outro momento para outra revista, Cabelos & Cosméticos, Denis deu algumas dicas para garantir os cachos perfeitos. Confira algumas: 

Dica 1: Fuja de produtos à base de silicone que desvalorizam os cachos, deixando-os mais pesados e sem vida.